domingo, 18 de março de 2012

Post confuso, eu sei. Não sei escrevê-lo de outra forma

Por muito que puxe pela cabeça há coisas que nunca vou entender. Não entendo porque é que Deus está constantemente a colocar-me perante uma situação que nunca vai ser diferente. As condições são sempre as mesmas, nada muda e ele confronta-me sempre com o mesmo. Para quê? Não entendo. Será para massacrar-me [não me parece que fizesse isso!]; será para testar até onde vai a minha força? [acho que já dei tantas provas dela. o que quererá mais?] será que quer "meter-me algo pelos olhos adentro" e eu não estou a conseguir ver? Mas o quê? Para quê tudo isto? Hoje tremi dos pés à cabeça e depois vi quem era e serenei. Não há nada que se possa fazer. Eu não posso fazer nada. Há coisas que arrumei e que espero que Deus não faça a graça de vir desarrumá-las de novo.

8 comentários:

Ecos da Alma disse...

Somos inocentes em pensar, que sentimentos são coisas passíveis de serem controladas. Eles simplesmente vêm e vão, não batem na porta, não pedem licença. Invadem, machucam, alegram (…)

[Caio Fernando Abreu]

Este Blogue precisa de um nome disse...

Mesmo...

Mas, sabes que a vida ensinou-me quando devo afastar-me e eu agora (com alguma maturidade a mais) consigo. Afasto-me!

:) Beijo

Ecos da Alma disse...

Rita,
Claro que a vida ensina, e de que maneira...ainda assim, não achas que deixamos de ser quem somos.
repara a gente se afasta, mas não larga do pensamento...
a gente sofrer, sofre sempre, então mulher, sofrer por sofrer... há que viver dia a dia.. minuto a minuto... o que vier depois... a gente cá está po embate :)

Beijo no teu coração :)

Este Blogue precisa de um nome disse...

Estou cá para todos os embates (todos!), mas há uns que me posso poupar já que sei que não vão me levar a lado nenhum... percebes? sofrer por sofrer não, aliás isto não me faz sofrer...

Embate foi o que tive há pouco, menina! E que embate... deumalibre! Só de bomba de oxigénio. Quando vi quem era, entendi que não podia levar-me pelo embate. Sorri e aceitei o convite para o café. Mais nada e assim anda a vida. Os meus embates são pouco interessantes... :)

Ecos da Alma disse...

Ok Ok :)
tens toda a razão...
Linda menina esta nossa Ritinha :)

O amor, faz sempre falta , a gente sofre com, mas sem também...

Se te bater a porta... não penses.. abre-a e pronto!

Nota: eu sei, eu sei, dar conselhos e muito fácil... heheheh

Maria disse...

Não sou a pessoa mais indicada ao tema Deus. Sigo-a à alguns tempos e vejo que cita Deus muitas vezes indo buscar "coragem"(?) aí. Eu não acredito muito nisso e aliás, você própria pode tirar os seus próprios resultados. Tenha fé em si só, no seu trabalho, na sua filha, na sua força. Vá em frente, nariz para cima, garra, mesmo que doa por dentro. Força aí, força em si ... só podemos contar connosco e podemos prever a ajuda dos nossos mais próximos. Pessoas reais. Seja feliz porque merece :) um beijinho* ps: desculpe alguma coisa mais forte aqui.

asustentavellevezadosdias disse...

eu acredito que "a vida" se encarrega de colocar sinais no nosso caminho. a verdade é que precisamos de os "ver" e saber interpretar. mas também sei que falo do que não sei.

A Maleta disse...

Se calhar não é Deus... :)